RoboA ficção vem se esforçando e criando conceitos de  inteligência artificial(IA), mas segundo minha profecia, o pessoal do cinema está muito longe da futura realidade.

Os filmes de ficção científica vêm desenhando o conceito de IA na mente da população pensante desse planeta, só que tão chutando de canela. O filme Artificial Intelligence: AI do tio Spielberg por exemplo, foca a IA em um robô que tem sentimento e quer ter uma mãe; Matrix é um sistema criado por sistemas inteligentes para dominar a raça humana e alguém se lembra do computador HAL-9000 do filme 2001 uma Odisséia no Espaço (2001, A Space Odissey) de Stanley Kubrick, primeiro filme que lembro que fala de inteligência artificial.

Existe um fato em comum nesses 3 filmes. Todos eles dividem por completo a vida da tecnologia. É zero ou um e ponto, mas eu vejo que estamos caminhando para uma realidade muito diferente. Ao meu ver estamos convergindo para uma era onde homem e máquina estarão integrados ajudando um ao outro. E não precisa ir muito longe não. Hoje temos corações, pernas e braços artificiais e todos juntos ao ser humano. Levamos com a gente aparelhos tecnológicos cada vez menores e de maior poder de processamento. Eu li há algum tempo atrás que tinham inventado um olho artificial que vai poder devolver parte da visão a cegos de uma determinada doença. E não podia deixar de comentar de experimentos ligados ao cérebro que fazem mover até objetos, somente com a força do pensamento. Incredible!!!

E cada vez mais esse tipo de tecnologia vem se juntando ao nosso corpo. Poderia passar um bom tempo descrevendo exemplos desse tipo, mas acho que já consegui convencer você.
É dificil ver um futuro distante onde as máquinas estarão separadas do homem, e essa profecia (ideia) pode gerar uma polêmica em torno da Singularidade. A singularidade diz que um dia sistemas inteligentes serão mais inteligente que todos nós juntos, eu falo melhor sobre esse assunto em outro post. Porém, se levarmos em consideração que não haverá o lado negro da força e nem o lado branco, então não haver a Singularidade. Para entender melhor: no filme Matrix não iria exister uma raça de máquinas e nem uma raça de humanos, mas sim uma raça de humanos+máquinas, tudo junto e misturado.

Não acredito que vamos conseguir manter uma separação tão radical assim, afinal novas tecnologias são criadas em sua maioria a partir de uma necessidade humana.

Será que seremos responsáveis por nossa própria evolução?


Anúncios

Assistindo a uma reportagem sobre transplante de coração que passou no Fantástico (19/04/2008) eu tive uma visão: descobri como enrolar a Dona Morte e me tornar imortal.coracao_blog1

Eu vi o coração do doador totalmente parado bater no peito do receptor, e o mais espetacular foi que o coração começou a bater do nada enquanto o médico costurava-o. Minha nossa senhora!!!! Que bruxaria é essa??? Na idade média com certeza esse médico teria sido queimado na fogueira santa ou decapitado em um guilhotina.

Nesse momento enquanto a baba descia da minha boca aberta sobre meu chá de cogumelo, eu vi que o nosso hardware (parte que podemos quebrar) é totalmente independente do nosso software (nossos pensamentos), bem, se isso for realmente real, só precisamos criar um sistema computacional de inteligência artifical que simule em 100% nossas capacidades cognitivas. Nesse sistema nós teríamos todas as capacidades humanas, como sentidos, sentimentos, memória, raciocício, crenças, reflexos, etc. Basicamente uma cópia de mim mesmo em bits.

Com esse sistema funcionando, só preciso transportar meu conhecimento e “voilá”, agora estou consciente em um outro hardware, com um pequeno e simples detalhe: prolonguei minha vida cognitiva por um tempo indeterminado. Caso o hardware começe a dar tilte, é só trocar. Coisa linda! Poderei deslumbrar a singularidade de camarote, ou talvez o fato de eu me tornar imortal dê inicio a própria singularidade.

A minha imaginação com certeza é muito fértil e tudo que falei agora pode ser considerado como a descoberta do século ou dá um bom tema para um livro de ficção científica. Hoje com certeza não temos condições de criar um sistema de inteligência  artificial auto-consciente, mas fica aí a dica para uma ótima aplicação para quando conseguirmos. Uma coisa é certa: podemos estar livre das doenças, mas vamos ter problemas novos para nosso hardware novo. Será que estaremos mesmo imortais?

Criar sistemas auto-conscientes corresponde a área de pesquisa dentro da Inteligência Artificial chamada de “IA Forte”. Criar um sistema desse porte hoje em dia é altamente complexo, mas antes temos que superar alguns desafios, desafios estes aparentemente mais fáceis. Um desses desafios é chamado de Teste de Turing, proposto por Alan Turing em um publicação de 1950 chamada “Computing Machinery and Intelligence“. Passar nesse teste já é um belo passo dado rumo a imortalidade.

Não precisamos ir longe para vermos seres imortais, temos hoje na natureza uma água-viva chamada Turritopsis dohnhii (revista Super Interessante abril de 2009, pg 34) que é imortal. Álias, já podemos ir prevendo problemas com a imortalidade. Essa água-viva vem preocupando os cientistas devido a superpopulação da mesma levando à extinção de outras espécies.

Enquanto não conseguimos criar um sistema auto-consciente, podemos tentar fazer o que Billy e Mandy conseguiram. Que foi escravizar a própria morte, mesmo assim já podemos ir pensando em um nome para o sistema. Eu proponho chamar de Highlander v1.0.

Um video com informações interesantes. Recomendo.

Acredito ser um sinal da Singularidade.

Fica esperto malandro, mas a música é legal.

Frase do dia: Malandro é malandro, mané é mané by Bezerra da Silva.

Fonte: http://twitter.com/fernandathiesen

É verdade sim, a nossa inteligência vai destruir o mundo que conhecemos hoje. Pois haverá um dia em que a nossa tecnologia vai ser tão avançada que vão existir sistemas de computadores mais inteligentes do que os humanos e que toda a população mundial junta e com uma capacidade de processamento “mais maior” que a nossa. Google: – Você quis dizer maior.

Existem cientistas que chamam esse fenômeno de Singularidade. É impossível saber o que acontecerá depois desse evento. Quando eu era criança esse termo tinha outro nome e eram quatro. Eles se chamavam os quatro cavaleiros do apocalipse. Talvez mude para os quatro chips do apocalipse. Quem sabe?

Os quatro Cavaleiros do Apocalipse, por Viktor Vasnetsov (1887).

Os quatro Cavaleiros do Apocalipse, por Viktor Vasnetsov (1887).

Últimas Notícias:
Estoquem água, comida, cavem abrigos, pois alguns gurus conseguiram prever que a singularidade irá chegar entre 2010 e 2140. A sensação do momento é dizer que o mundo vai acabar em 2012 com alguns eventos bem criativos como: em 2012 o calendário Maia acabará (algo parecido com isso), um planeta irá se chocar com a terra, todos os planetas do sistema solar vão estar alinhados (hã?).

Agora vêm uns gurus e falam que pode ser em 2010. O negócio então é pegar dinheiro emprestado com algum agiota e fazer tudo que tiver vontade de fazer e rezar pro mundo acabar mesmo.
A verdade é que nenhum especialista nessa área sabe mesmo o que vai acontecer quando a singularidade bater em nossa porta. Pode ser que o mundo não acabe, que tudo seja maravilhoso, mas com certeza a nossa forma de viver mudará.

Singularidade na física significa um fenômeno tão extremo que nenhuma equação é capaz de descrevê-lo. Um exemplo são os buracos negros.

Esse fenômeno não está somente relacionado com inteligência artificial ou poder de processamento. A genética, robótica e a nanotecnologia vêm evoluindo em um ritmo muito acelerado, onde uma ajuda a outra a se desenvolver. Essa união tá me parecendo mortal.

Só que ninguém sabe o que irá causar o início desse fenômeno e como ele irá transcorrer. Esses gurus são muito chatos, pois ficam contando fofoca pela metade.

Os mais pessimistas dizem que não estaremos mais no topo da cadeia alimentar e os mais otimistas dizem que vai chegar a um determinado ponto que não vamos mais conseguir evoluir tecnologicamente e com isso a Singularidade não chegará.

Junto com uma reportagem sobre singularidade da revista Spectrum da IEEE veio um infográfico com os cientistas que falam sobre singularidade hoje no mundo. Esse arquivo encontra-se em formato PDF e pode ser baixado Clicando aqui.

Que deus nos ajude.

Fonte:
http://super.abril.com.br/superarquivo/2003/conteudo_123907.shtml
http://info.abril.com.br/forum-antigo/forum.php?topico=80140