A IBM está trabalhando em um computador capaz de enfrentar participantes humanos no popular programa de perguntas e respostas “Jeopardy!”. O objetivo é demostrar o nível alcançado pela inteligência artificial. O computador será batizado de Watson, em homenagem ao fundador da IBM, Thomas J. Watson.

“O ‘Jeopardy!’ representa um grande desafio para um sistema informático, dada a variedade de temas, a velocidade com que as respostas precisam ser dadas, e a sutileza e ironia com que devem ser analisadas as pistas dadas aos participantes, aspectos em que os seres humanos tradicionalmente se sobressaem frente aos computadores”, explica a IBM em um comunicado.

A IBM foi responsável pelo Deep Blue, o computador que venceu o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov, em uma controversa partida em 1997. O enxadrista considerou a disputa injusta e conseguiu um empate numa revanche contra outra versão do programa.

Diferente do xadrez, que tem um número finito de variáveis a serem consideradas, o “Jeopardy!” requer o estudo de possibilidades quase infinitas e exige ao mesmo tempo interação entre seres humanos para a tomada de decisões e, de certa forma, a compreensão de “perguntas formuladas de maneira humana”, afirma a IBM.

Criado há 45 anos, o “Jeopardy!” é um dos programa de televisão mais antigos e populares nos EUA, onde três participantes competem diante de um painel com trinta monitores. Para pontuar, eles precisam formular a pergunta correta que corresponde a uma resposta que aparece na tela escolhida, que pode trazer temas de várias áreas do conhecimento, desde história ou literatura até cultura popular ou ciência.

– O grande objetivo é conseguir que o programa possa conversar em termos humanos, mas ainda não chegamos a esse momento – explicou David Ferrucci, responsável pela equipe da IBM que desenvolve o projeto.

Segundo o New York Times, durante uma demonstração a versão atual do Watson pareceu ser “agressiva e competente”, mas cometeu erros bobos, como afirmar que “sheet” (lençol em inglês) era uma fruta.

Na competição que está sendo planejada para acontecer em Los Angeles, Watson não estará conectado à internet. Ele deverá responder às perguntas com base em um banco de dados instalado previamente em sua memória.

– A essência da tomada de decisões consiste no reconhecimento de padrões em grandes quantidades de dados, a classificação através de escolhas e opções e a resposta rápida e precisa – afirma o presidente da IBM, Samuel Palmisano.

A forma de Watson ainda não foi definida pela IBM, nem seu sexo. Mas já se sabe que o computador responderá com uma voz sintetizada. A representação poderá ser feita através de um avatar em um monitor.

Entre os possíveis adversários humanos, um dos que já foram considerados é Ken Jennings, que já venceu o programa 74 vezes consecutivas e conquistou prêmios de US$ 2,52 milhões em 2004.

Fonte: http://oglobo.globo.com/tecnologia/mat/2009/04/28/ibm-trabalha-em-computador-para-enfrentar-seres-humanos-no-jeopardy-755475161.asp

Anúncios